Portaria Remota: Entenda tudo o que precisa antes de contratar

Portaria Remota também conhecida como portaria digital ou virtual, é uma tecnologia que permite realizar os processos de controle de acesso, monitoramento, comunicação e vigilância por uma central de monitoramento à distância. Muito usado por condomínios e empresas em sistemas exclusivos e híbridos tem como principais vantagens a redução de custo e melhoria de processos de segurança.

Considerada evolução tecnológica para os serviços de portaria, o sistema traz uma série de vantagens para condomínios e empresas. Continue lendo, entenda como a tecnologia funciona, benefícios e o custo, entre outros.

Como funciona a Portaria Remota?

O primeiro passo para a instalação de uma portaria remota é a execução de uma análise de risco e infraestrutura do condomínio ou empresa, visando entender quais são adequações de equipamentos necessários para a instalação, de acordo com as características de cada condomínio e de seus moradores, bem como do perímetro e entorno identificando todos os pontos de vulnerabilidade.

Concluído esse passo, o projeto de segurança é definido incluindo as alterações de iluminação e automações necessárias, os pontos de monitoramento por câmeras, instalação de alarmes, a programa de aberturados portões, as etapas do sistema de controle de acesso, a infraestrutura de internet com redundância e o sistema de gravação em nuvens, entre outros.

Depois de tudo definido e instalado, começa a etapa de treinamento dos moradores que passaram a acessar o condomínio com tag e digital.

Os visitantes quando chegam ao condomínio tocam o interfone e são atendidos normalmente por um profissional, que está distante e seguro em uma central de monitoramento, após identificar-se e ser fotografado, o morador é contatado para autorizar a entrada. E, em seu trânsito até o respectivo apartamento o visitante continua sendo monitorado pelas câmeras instaladas.

Ou seja, para o visitante não há diferença de atendimento, mas para o morador há uma evolução nos processos de segurança, uma vez um padrão passa a ser seguido e, caso necessário, o controlador de acesso, por estar em um local seguro, tem a capacidade de tomada de ação emergencial para evitar a ação de vândalos ou meliantes.

Benefícios da Portaria Virtual ou Remota?

O principal benefício da portaria remota é a redução de custo em cerca 50% das com portaria. Em um modelo convencional são necessários, no mínimo, quatro profissionais por portaria para a operação do controle de acesso e, claro, como em todo condomínio há períodos de pico de visitação, como também momentos de ociosidade, como nas madrugadas.

Na Central de monitoramento, há um grupo de profissionais fazendo o controle de acesso de alguns condomínios o que além de contribuir para a redução do custo, também contribui para maior eficiência, inclusive, na análise de possíveis riscos.

Outro benefício é o registro de forma mais precisa dos acessos que acontecem no condomínio, inclusive, permitindo aos responsáveis das unidades acesso aos relatórios de visitas recebidas em seu apartamento, uma informação especialmente relevante para condôminos que deixam profissionais domésticos ou adolescentes sozinhos por longos períodos.

Em condomínios, quando ocorre roubo ou furto e o meliante percebe que foi identificado a primeira ação é a rendição do porteiro. Quando há portaria remota ou digital, isto não é possível. Então além de inviabilizar o ato, permite ao controlador de acesso, orientar exatamente a localização do indivíduo, por este motivo, o risco de ações criminosas como estas são reduzidas.

Por todos os motivos citados a percepção de segurança dos moradores é maior e, além disso, o moderno sistema de segurança ainda contribui para a valorização do empreendimento.  

Outro benefício relevante é que, com a redução de custo do condomínio, é possível implantar melhorias desejadas no empreendimento, o que amplia as vantagens para todos.

E como fica o recebimento de encomendas com a portaria remota?

Uma das perguntas mais frequentes quando os condomínios pensam em adotar a portaria virtual é o recebimento de entregas e encomendas.

Mas, ao contrário do que se pensa, o processo é facilitado, uma vez a triagem e contatos são realizados pelo controlador, e o zelador ou outro profissional designado passa a receber encomendas diferenciadas.

As mais comuns, como caso de delivery de alimentos, entre outros, o sistema segue o mesmo modelo já adotado na maioria dos condomínios: o condômino é avisado pela central de monitoramento, e o morador desce para recebê-la, tudo isso de forma monitorada.  

O que você precisa saber antes de contratar?

Antes de contratar o serviço de portaria remota (ou portaria virtual), é importante que os gestores e condôminos avaliem alguns pontos:

– avaliar a idoneidade e reputação da empresa no mercado, é recomendado inclusive uma pesquisa entre os atuais clientes;

– prefira empresa de segurança e serviços, isto porque além do know-how em proteção de pessoas e patrimônios, em eventualidades, já dispõem de profissionais capacitados para dar o suporte necessário;

– análise os equipamentos disponibilizados pela empresa, assim como a capacidade de suporte e manutenção;

– prefira as empresas que tenham contratos de SLA (Service Level Agreement), ou seja, Acordo de Nível de Serviço, que tem como objetivo estabelecer uma compreensão mútua das atividades prioritárias, responsabilidades, planejamento, soluções contratadas e os métodos de análise de medição e desempenho. Bem como sua gestão, também conhecida SLM (Service Level Management). 

Observando todos os pontos citados, a probabilidade de adoção do sistema de portaria remota ser bem sucedida são maiores, propiciando aos condôminos todos os benefícios citados.

Tem alguma dúvida sobre o serviço de portaria digital? Entre em contato com o nosso atendimento e esclareça suas dúvidas sem compromisso (11) 3502-7200.